Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ohhmaeee...

Eu, nós, eles, e o mundo à nossa volta.

Ohhmaeee...

Eu, nós, eles, e o mundo à nossa volta.

11
Jan20

A Fibromialgia e o pós-parto

Mãede2

As dores estão de volta... por breves momentos pensei que não as iria sentir tão cedo, talvez nunca mais... Infelizmente não. E continuam tão fortes como antes. Aquela dor que nos faz desejar arrancar partes do corpo!
É impossível descrever a sensação que se tem. A única que consigo arranjar é mesmo que se pudesse cortava o que quer que seja que me esteja a doer!

Enfrentar a doença com um bebé pequeno mostrou-se ser um verdadeiro desafio, algo que não se encontra nos textos sobre a mesma, só o descobrimos passando pela experiência. Dar de mamar foi para mim um deles! A cada golfada sentia uma dor espalhar-se pelo corpo... É difícil explicar a sensação...

Por vezes era como se me estivessem a rasgar os músculos... outras como choques elétricos em todo o corpo... Sentia-a nos mamilos e no peito, nas mãos e nos braços, nos pés e nas pernas, nos joelhos e nos tornozelos, nos pulsos e nos cotovelos, nos ombros e no pescoço, em toda a cabeça e costas!

O simples apertar do meu dedo com as suas mãozinhas tão pequenas ou a dor no braço de querer tê-la ao meu colo encostada a mim, as palmadinhas no rabinho para adormecer ou carregar o ovo com uma só mão era praticamente impossível. E indescritível...

Aos poucos ia crescendo e tornando-se mais forte.

Mas é ao mesmo tempo a melhor coisa da vida, os melhores momentos, o melhor que lhe posso dar! Por isso não pensei sequer tirar-lhe isso, por isso engulia o choro e suportava a dor...

Com o passar do tempo esse desafio melhorou, outros apareceram...

Tem sido difícil, as noites mal dormidas, o cansaço tremendo, a cabeça desorientada, o frio imenso que não ajuda, o corpo a adaptar-se ao peso dela, tentar cuidar deles e da casa com toda a dor no corpo... E há ainda um longo caminho pela frente.

No entanto toda a felicidade, toda a alegria, tudo vale, tudo isso se desvanece! Faria tudo de novo! Porque uma mãe tudo supera! Por um Amor maior!

2 comentários

Comentar post